Precisa de ajuda?
11 4196-6000

0

Carrinho

    Parcelamento em até 12x sem juros
    Primeira troca gratuita
    8% de desconto no PIX
    Cód:
    9786555765830
    Fisioterapia no Brasil: Fundamentos para uma atuação preventiva e para a formação profissional 3ª Edição - Digital

    De: R$ 151,00Por: R$ 135,90ou X de

    Economia de R$ 15,10

    Comprar

    Produto similar - impresso e digital

    Especificações

    Descrição

    Currículo

    AutoresJosé Rubens Rebelatto, Sílvio Paulo Botomé

    Sinopse

    SinopseEsta aguardada nova edição da obra dos professores José Rubens Rebelatto e Sílvio Paulo Botomé examina os problemas da Fisioterapia no País e explicita múltiplos fundamentos necessários para construir as aptidões profissionais do fisioterapeuta de modo que sua atuação seja mais significativa, ampla e socialmente relevante.

    Sumário

    SumárioApresentação à 3a edição ...........................XXVII
    Apresentação da 2a edição........................XXXI
    Apresentação da 1a edição...............................XXXV

    Capítulo 1 – Indefinições e lacunas do campo de atuação profissional em Fisioterapia: quais permanecem?............. 1

    Capítulo 2 – Alterações na concepção do objeto de trabalho em Fisioterapia em diferentes momentos de sua constituição.......... 13

    1. Na Antiguidade, “diferenças incômodas” já eram tratadas por meios físicos....................................... 15

    2. Na Idade Média, “diferenças incômodas” eram consideradas algo a exorcizar ................................17

    3. No Renascimento volta a aparecer alguma preocupação com o corpo saudável................................................. 18

    4. Ao final do Renascimento, o interesse com saúde corporal começa a “especializar-se” ....................................... 20

    5. Na industrialização volta o interesse pelas “diferenças incômodas”, com atividades “especializadas” para seu “tratamento” ............21

    6. A Fisioterapia no final do Século XX ...........................25

    VIII Fisioterapia no Brasil

    Capítulo 3 – Objeto de trabalho da Fisioterapia no Brasil: o surgimento e a legislação.............................. 29

    1. Definições ou delimitações para a profissão de fisioterapeuta na
    legislação..................................... 30

    A – A profissão no Parecer n. 388/63 .............................. 31

    B – A profissão de fisioterapeuta no Decreto-lei n. 938/69 .......... 32

    C – O exercício da profissão na Lei n. 6.316/75 ........................ 33

    D – Definição da profissão no Código de Ética ..................... 34

    2. Características que a legislação delimita (ou impõe) para o trabalho do profissional de fisioterapia........................ 35

    A – Limitações relativas à concepção do objeto de trabalho ....... 35

    B – Limitações relativas à concepção do nível profissional dos
    fisioterapeutas .................................. 43

    C – Tratamento de indivíduos doentes ou cuidado com as condições de saúde de populações?............................... 45

    3. Decorrências das controvérsias nas definições legais da profissão.......... 48

    Capítulo 4 – Formação do profissional de Fisioterapia no contexto universitário brasileiro. ........................... 52

    1. A universidade brasileira e o profissional de “nível superior” .... 52

    2. O currículo de graduação: sua função e elaboração.............. 56

    3. Um exame do currículo oficial para a formação dos profissionais em Fisioterapia ................... 60

    A – O currículo de Fisioterapia, segundo a Portaria Ministerial
    n. 511/64 ......................... 60

    B – O currículo segundo a Resolução n. 4............. 61

    4. Inadequações do currículo para os cursos de graduação em Fisioterapia como diretriz para a formação de profissionais de nível superior........... 64

    Capítulo 5 – Propostas do que deve ser aprendido nos cursos iniciais de graduação em Fisioterapia no Brasil e suas influências sobre a determinação do objeto de trabalho da profissão ................. 95

    1. Uma maneira de proceder para a coleta de informações sobre o que desenvolver por meio de aprendizagem nos cursos de Fisioterapia........ 96

    2. Objeto de trabalho da Fisioterapia nas disciplinas dos cursos iniciais de graduação das universidades brasileiras........... 98

    Sumário IX

    A – Características das disciplinas dos primeiros cursos em
    Fisioterapia ............................98

    B – Decorrências das características das disciplinas na formação do
    fisioterapeuta.............................. 106

    3. O objeto de trabalho da Fisioterapia nos objetivos de ensino das
    disciplinas relativas ao ensino desse objeto........ 109

    A – Objetivos de ensino nas disciplinas relacionadas ao trabalho da
    Fisioterapia ............... 109

    B – Considerações a respeito dos objetivos formulados nas disciplinas dos cursos .............................116

    4. Ausência de objetivos de ensino nas disciplinas e o problema do objeto de trabalho da Fisioterapia ...................... 118

    A – Objetivos propostos nas disciplinas são “falsos objetivos de ensino” .............. 128

    B – Significado da ausência de objetivos de ensino para a definição das características profissionais do fisioterapeuta .............131

    5. O que foi concebido como sendo o alvo do ensino de graduação
    na implantação do campo de atuação em Fisioterapia no Brasil e a
    constituição do objeto de trabalho da profissão............ 133

    Capítulo 6 – Bibliografia utilizada para o desenvolvimento das disciplinas que tratam do objeto de trabalho nos cursos iniciais de Fisioterapia ...... 149

    1. A coleta de informações relativas à bibliografia utilizada nas disciplinas de interesse, nos diversos cursos do País............... 151

    A – A obtenção de informações............................... 151

    B – A seleção das informações de interesse .... 154

    2. Características da bibliografia utilizada no desenvolvimento das
    disciplinas que abordam o objeto de trabalho ....... 155

    3. Decorrências das características das disciplinas dos cursos de graduação em relação à concepção do objeto de trabalho em Fisioterapia............. 165

    A – Distinção entre as noções de campo de atuação profissional e
    de área de conhecimento .........................................167

    B – Dispersão da bibliografia utilizada nos cursos de graduação........... 168

    C – Enfoques sobre os tipos de assistência à saúde ........ 170

    D – Tipo de literatura utilizada nos cursos...............171

    E – Bibliografia utilizada e dependência profissional, científica e social ...............171

    X Fisioterapia no Brasil

    Capítulo 7 – Fisioterapia como campo de atuação profissional e como ensino superior no Brasil: desenvolvimento, possibilidades e equívocos que permanecem no começo da terceira década do século XXI ................................ 176

    1. Bases da constituição de uma organização das profissões e da formação de profissionais no País: conceitos de área de conhecimento, campo de atuação profissional, mercado de trabalho e âmbitos de atuação das profissões de nível superior............................ 179

    2. Noção e conceito de campo de atuação profissional especificamente no campo da Saúde e na Fisioterapia como profissão de nível superior: possibilidades de redefinição e reorientação para os profissionais desse campo de trabalho....................................... 191

    A – Noção e conceito de campo de atuação profissional em
    Fisioterapia ..................................191

    B – Ensino de graduação como uma condição de desenvolvimento do campo de atuação profissional da Fisioterapia e suas relações com as diferentes áreas de conhecimento existentes.......199

    a) O conceito de comportamento como base para entender
    e desenvolver o trabalho em um campo de atuação
    profissional................................199

    b) Ensinar e aprender como processos comportamentais a
    serem realizados por professores e alunos de cursos de
    graduação ..................214

    c) A concepção tradicional de currículo e um novo entendimento do
    ensino de comportamentos relevantes para o exercício profissional
    como tarefa dos cursos de Fisioterapia .........220

    C – Aspectos fundamentais para o desenvolvimento de uma profissão como uma contribuição de um campo de trabalho social: as características de seu ensino em cursos de graduação e as
    possibilidades que as estruturas universitárias e os procedimentos de realização desse ensino representam para a construção de um tipo de profissional relevante para a sociedade...................229

    Capítulo 8 – Ensino de competências e papel dos cursos de graduação na formação dos agentes construtores do campo de atuação profissional em Fisioterapia ...................... 234

    1. O ensino de competências como orientação para o ensino superior noBrasil........................... 235

    Sumário XI

    2. Algumas críticas, controvérsias e avaliações a respeito do ensino de competências no ensino de graduação....... 241

    3. Competências profissionais como objetivos de ensino de graduação e suas influências na determinação do objeto de trabalho em Fisioterapia........................................256

    A – Primeiro passo: nomear a classe (ou o tipo) de comportamentos
    que deve ser o objetivo de ensino (a competência eleita como uma das caracterizadoras do trabalho profissional)................268

    B – Segundo passo: descrever os aspectos da situação em relação aos quais a classe de ações expressa no objetivo deve ser realizada... ................... 271

    C – Terceiro passo: descrever os aspectos da situação (ou meio) que
    decorrem da classe de ações (ou respostas) quando realizada na
    situação antecedente descrita .......275

    D – Quarto passo: descrever as características da classe de respostas (ou de ações) do objetivo de ensino (e de aprendizagem) em função das características do resultado e da situação na qual essa classe de respostas deveria ser realizada....................277

    E – Quinto passo: verificar a coerência das descrições dos componentes do comportamento..................... 280

    4. Descrição de alguns tipos de objetivos de ensino (competências) de unidades de aprendizagem (“disciplinas”) de um curso de graduação como “recurso” (ou condição) para delimitar os comportamentos relevantes (ou as competências) que constituem a profissão de fisioterapeuta.............................. 284

    5. A orientação da formação profissional em Fisioterapia existente no País, até o final da segunda década do século XXI ................ 289

    Capítulo 9 – Possibilidades de ensino superior e de construção do conhecimento científico como suportes para o desenvolvimento do campo de atuação em fisioterapia no Brasil.................... 294

    1. Uma breve retrospectiva do ensino superior no Brasil ............. 295

    2. Uma retrospectiva de movimentos dos governos em relação ao ensino superior................................................ 300

    3. Algumas definições orientadoras para a função de diferentes instâncias de coordenação e agências de governo relacionadas à gestão da produção de conhecimento, tecnologia e ensino superior, no âmbito do trabalho com as universidades....................... 313

    XII Fisioterapia no Brasil

    A – Papéis sociais – ou funções específicas – de cursos de graduação ..............315

    B – Papéis sociais – ou funções específicas – de programas de mestrado........318

    C – Papéis sociais – ou funções específicas – de programas de doutorado......................... 322

    D – Papel social – ou função específica – de cursos de especialização técnica............ 328

    E – Papel social – ou função – de cursos de aperfeiçoamento profissional.......330

    F – Papel social – ou função específica – de cursos de
    atualização científica............ 331

    G – Papel social – ou função específica – de cursos de
    atualização técnica .........................333

    H – Papéis sociais – ou funções específicas – de cursos de ampliação cultural e suas relações com a “extensão universitária”........334

    I – Outras possibilidades de atuação da universidade na
    sociedade........336

    J – Relações e integrações entre os vários tipos de cursos e programas de estudo .........................339

    K – As relações dessas atividades com os departamentos por áreas
    de conhecimento .............341

    L – O papel de um sistema de desenvolvimento de ciência,
    tecnologia e ensino superior, além das universidades.....343

    M – Convênios e colaborações com outros tipos de instituições
    na sociedade...................................356

    N – Importância dessas distinções para profissionais, instituições e
    sociedade ....................... 356

    O – Concluindo... o que tudo isso tem a ver com a Fisioterapia
    no Brasil?.................................357

    Capítulo 10 – Fisioterapia: possibilidades de delimitação da atuação
    profissional em relação ao objeto de trabalho, ao conhecimento científico e ao ensino superior .............................. 362

    1. A configuração de uma profissão depende dos recursos de linguagem e de pensamento que seus agentes utilizam e desenvolvem em todas as instâncias de um campo de atuação profissional ......... 367

    Sumário XIII

    2. As relações entre o objeto de trabalho de um campo profissional em Saúde e o objeto de estudo de áreas de conhecimento relacionadas a esse objeto........................................... 390

    3. Processos de determinação da ocorrência de um objeto de trabalho de uma profissão ......................... 397

    4. Papel ou função da universidade quanto às concepções de objeto de trabalho, determinação desse objeto pelos fenômenos pertinentes a diferentes áreas de conhecimento que afetam o objeto de trabalho da Fisioterapia e esse papel em relação a esse campo de atuação profissional ............................. 411

    5. Perspectivas e possibilidades de atuação no campo profissional em função do conhecimento a respeito do objeto de intervenção da
    Fisioterapia ......................... 426

    6. Formação de novos profissionais como parte do “planejamento” do campo de atuação profissional .................. 445

    7. Papel ou função do currículo na projeção do que será a profissão no futuro............................................... 469

    8. Fisioterapia: perspectivas e possibilidades de definição e de
    desenvolvimento como campo de atuação profissional ...... 474

    Referências.................................................. 478

    Índice remissivo.............................................. 487

    Especificações

    ISBN9786555765830
    Número de páginas528
    Ano de publicação2021
    Tipo de produtoE-Books
    Link imagem

    Requisitos mínimos

    Requisitos mínimos para leitura do e-bookA Editora Manole adota a plataforma de e-books VitalSource Bookshelf. Além de oferecer vários recursos, o Bookshelf permite até quatro instalações, sendo duas em dispositivos móveis (smartphones e tablets) e duas em computadores (desktops ou notebooks).

    Compatibilidade

    Além do acesso on-line e Off-line (online.vitalsource.com), o Bookshelf está disponível para os seguintes sistemas: Windows, Mac OS X, iOS e Android.

    Acesso aos e-books

    • Após a confirmação do pagamento, o e-book será associado a uma conta na VitalSource. Se você já for usuário do Bookshelf, o e-book será associado à conta existente; caso contrário, será criada uma conta com o e-mail utilizado para a compra;
    • Os dados para login devem ser informados no Bookshelf on-line ou na primeira utilização do aplicativo. Após novas aquisições, é importante clicar na opção “Atualizar biblioteca”.


    Acessibilidade

    • O aplicativo Bookshelf dispõe de recursos para auxiliar os portadores de deficiência visual. Além da ampliação de caracteres, o aplicativo oferece a leitura com voz sintetizada;
    • O recurso de leitura em português funciona em instalações em nosso idioma no Windows 7 SP1 ou superior e OS X 10.10 (Yosemite).


    Observações importantes

    • Em sistemas Linux e Windows Phone, seus e-books podem ser acessados on-line;
    Não é permitida a impressão dos e-books;
    Os e-books adquiridos no site da Editora Manole não são compatíveis com os aplicativos e dispositivos Kindle, Nook, Kobo e Lev;

    Sobre o autor

    CurrículoJosé Rubens Rebelatto: Possui graduação em Fisioterapia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, mestrado em Educação Especial (Educação do Indivíduo Especial) pela Universidade Federal de São Carlos, doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas e pós-doutorado em Fisioterapia Geriátrica pela Universidade de Salamanca (Espanha). Foi reitor da Universidade Federal de São Carlos e nomeado doutor honoris causa por essa mesma universidade.Atualmente é professor voluntário da Universidade Federal de São Carlos.

    Sílvio Paulo Botomé: Possui graduação em Licenciatura em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, graduação em Bacharelado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, formação (especialização) de psicólogo com ênfase em Análise Experimental do Comportamento, mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental) pela Universidade de São Paulo e doutorado em Psicologia Experimental pela Universidade de São Paulo. Foi professor de Psicologia (Análise do Comportamento) e Metodologia Científica na PUCSP, na qual foi chefe do Departamento de Métodos e Técnicas em Psicologia e professor de Programação de Condições para Ensino Superior e de Metodologia Científica na Universidade Federal de São Carlos, na qual foi Professor Titular, Diretor de Centro e Pró-Reitor de Extensão. Foi Professor Titular da Universidade Federal de Santa Catarina.

    TemplateEvento