lançamentos oferta da semana
Minha cesta
    Quantidade: Subtotal:
    finalizar compra
    Limpar filtrosFiltrar
    Manual da Residência de Cuidados Paliativos: Abordagem Multidisciplinar 1ª Edição - Digital
    9788520455562
    Manual da Residência de Cuidados Paliativos: Abordagem Multidisciplinar 1ª Edição - Digital
    Manual da Residência de Cuidados Paliativos: Abordagem Multidisciplinar 1ª Edição - Digital
    9788520455562
    Adicione a lista de desejos

    Semana do Médico Manole 50%

    De: R$ 138,00Por: R$ 69,00ou X de

    Economia de R$ 69,00

    Comprar
    • loja 100% segura
    • Parcelamento em até 12x sem juros
    • 5% de desconto no boleto
    Compartilhe nas redes

    Sobre o Curso

    •Aborda de maneira completa e multidisciplinar uma variedade de situações envolvendo pacientes em cuidados paliativos.
    •Escrito por profissionais de diversas áreas, apresenta conteúdo abrangente, que pode ser utilizado por diversos profissionais, como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, dentistas, psicólogos e nutricionistas.
    •Apresenta as especificidades dos cuidados paliativos em pacientes pediátricos em diferentes situações.

    Currículo

    EditoresRicardo T. Carvalho,Milena Reis B. Souza,Ednalda Maria Frank,Rita Tiziana Verardo Polastrini,Douglas Crispim,Sumatra M. C. P. Jales,Silvia M. M. Barbosa,Simone Henriques B. Torres

    Sinopse

    SinopseEste livro agrega os temas fundamentais que envolvem os processos de tomada de decisões nos pacientes em cuidados paliativos. Com capítulos divididos de acordo com diversas especialidades (como enfermagem, psicologia, serviço social e fisioterapia), aborda o conteúdo de maneira completa e multidisciplinar. Além disso, diversos temas são tratados sob a perspectiva pediátrica, pois o cuidado e a atenção em cuidados paliativos devem ser praticados a todos os pacientes que necessitem, independente da patologia ou da faixa etária.

    Sumário

    SumárioA história dos cuidados paliativos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo . . . . . XLV

    Apresentação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XLIX

    Prefácio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . LI

    Seção 1 – Conceitos gerais

    1 Cuidados paliativos – conceitos e princípios . . . . . . . . . . . . . . 2

    2 Abordagem espiritual . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11

    3 Indicações de cuidado paliativo: os cuidados paliativos recomendados para cada paciente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21

    Indicações de cuidados paliativos em pediatria . . . . . . . . . 37

    4 Comunicação em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41

    Comunicação em cuidados paliativos pediátricos . . . . . . . . 56

    5 Prognóstico em cuidados paliativos – descrição das ferramentas de estimativa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 60

    6 Abordagem multiprofissional do luto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 74

    7 Legislação sobre terminalidade de vida no Brasil . . . . . . . . . . 82

    8 Organização e gerenciamento de serviços de cuidados paliativos

    Seção 2 – Controle de sintomas

    1 Princípios no controle de sintomas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94

    Controle de sintomas em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 99

    2 Avaliação da dor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109

    Avaliação e classificação da dor em pediatria . . . . . . . . . . . 116

    3 Intervenções não farmacológicas no manejo da dor . . . . . . . . 121

    Tratamento não farmacológico da dor em pediatria . . . . . . 129

    4 Tratamento farmacológico da dor: analgésicos não opioides e drogas adjuvantes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 134

    5 Tratamento farmacológico da dor: opioides . . . . . . . . . . . . . . 149

    6 Dispneia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 192

    7 Tosse . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 202

    8 Fadiga . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 208

    9 Náuseas e vômitos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 217

    Tratamento de náuseas e vômitos em pediatria . . . . . . . . . 228

    10 Obstipação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 235

    11 Diarreia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 245

    12 Ansiedade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 251

    13 Depressão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 263

    14 Delirium em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 275

    15 Insônia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 291

    16 Sudorese em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 305

    17 Prurido . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 311

    18 Abordagem e tratamento do soluço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 317

    19 Xerostomia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 324

    Xerostomia em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 337

    20 Mucosite oral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 342

    Mucosite oral em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 351

    21 Sialorreia/babação

    Seção 3 – Síndromes clínicas e tópicos específicos

    1 Nutrição e hidratação em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . 360

    Nutrição e hidratação em cuidados paliativos pediátricos . . . . . . 370

    2 Obstrução intestinal maligna . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 377

    Obstrução intestinal maligna em pediatria . . . . . . . . . . . . . 385

    3 Síndrome da anorexia-caquexia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 389

    4 Síndrome da veia cava superior . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 397

    5 Síndrome de compressão medular . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 402

    6 Obstrução urinária . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 412

    7 Extubação paliativa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 420

    8 Sedação paliativa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 426

    Seção 4 – Interface dos cuidados paliativos com outras especialidades

    1 Cuidados paliativos em pacientes com HIV/aids . . . . . . . . . . . 440

    2 Cuidados paliativos em cardiologia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 453

    3 Cuidados paliativos em doentes renais crônicos . . . . . . . . . . . 462

    4 Neuropata agudo de mau prognóstico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 480

    Neuropata agudo de mau prognóstico em pediatria . . . . . 490

    5 Cuidados paliativos e demência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 493

    6 Cuidados paliativos na unidade de emergência . . . . . . . . . . . 511

    Cuidados paliativos pediátricos em pronto-socorro . . . . . . 525

    7 Cuidados paliativos na unidade de terapia intensiva . . . . . . . 532

    8 Cuidados paliativos neonatais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 547

    9 Cuidados paliativos pediátricos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 560

    10 Cuidados paliativos em geriatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 571

    11 Cuidados paliativos em pneumologia

    12 Cuidados paliativos na doença hepática crônica

    13 Esclerose lateral amiotrófica, esclerose múltipla e doença de Parkinson

    Seção 5 – Interação com o paciente e a família

    1 Cuidados paliativos em domicílio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 592

    2 Plano de cuidados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 611

    3 Suporte à família no contexto da doença avançada . . . . . . . . 615

    4 Condução de uma reunião de família em cuidados paliativos . . 621

    Reunião de família em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 632

    Seção 6 – Tópicos específicos de enfermagem

    1 Avaliação de enfermagem em cuidados paliativos . . . . . . . . . 636

    2 Higiene e conforto para pacientes em cuidados paliativos . . 643

    Higiene e conforto em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 652

    3 Cuidados com a pele e feridas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 655

    4 Cuidados com feridas neoplásicas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 666

    5 Cuidados com estomias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 675

    6 Orientações importantes ao paciente e ao familiar na alta hospitalar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 685

    7 Hipodermóclise . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 693

    8 Dimensionamento de pessoal em unidade de cuidados paliativos

    Seção 7 – Tópicos específicos em psicologia

    1 Avaliação e registro da psicologia nos diferentes cenários em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 712

    2 Abordagem preliminar dos familiares – adulto e idoso . . . . . 726

    Avaliação preliminar dos familiares em pediatria . . . . . . . . 730

    3 Identificação do sofrimento psíquico pela equipe . . . . . . . . . 733

    4 Assistência ao cuidador – suporte ao familiar e à família . . . . 740

    Assistência ao cuidador em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . 747

    Seção 8 – Tópicos específicos em serviço social

    1 O papel do assistente social em equipes de cuidados paliativos: visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 756

    2 Orientações burocráticas por ocasião do óbito . . . . . . . . . . . . . 793

    Orientações burocráticas por ocasião do óbito em pediatria . . . 804

    3 A abordagem de famílias e cuidadores em cuidados paliativos

    4 Legislação e benefícios a serem orientados a pacientes e cuidadores

    Seção 9 – Tópicos específicos em fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia e nutrição

    1 Papel da fisioterapia em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . . 808

    2 Ventilação mecânica não invasiva em cuidados paliativos . . . 813

    3 O papel da terapia ocupacional em cuidados paliativos . . . . 818

    4 Processo de avaliação da terapia ocupacional em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 826

    5 Abordagem do paciente e seus principais desconfortos e sofrimentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 835

    6 Abordagem do cuidador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 846

    7 Adaptação do ambiente domiciliar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 854

    8 Atuação fonoaudiológica em cuidados paliativos –enfoque na comunicação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 864

    9 Avaliação nutricional em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . . 877

    10 Adaptações do suporte nutricional em cuidados paliativos

    Seção 10 – Tópicos específicos em odontologia

    1 Avaliação orofacial e tratamento odontológico . . . . . . . . . . . . 886

    Avaliação orofacial e tratamento odontológico de crianças 895

    2 Saúde bucal e implicações sistêmicas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 901

    Saúde bucal e implicações sistêmicas na criança . . . . . . . . 911

    3 Higiene bucal em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 918

    Princípios da higiene oral em crianças . . . . . . . . . . . . . . . . . 927

    4 Sintomas bucais em geriatria e pediatria – paciente geriátrico . 932

    Sintomas bucais em crianças não oncológicas em cuidados paliativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 941

    5 Sintomas bucais em pacientes oncológicos . . . . . . . . . . . . . . 946

    Alterações onco-hematológicas em crianças em cuidados paliativos . . . . . . . . 961

    Seção 11 – Assistência à fase final da vida

    1 Identificação da fase final de vida e processo ativo de morte . 970

    2 Assistência às últimas horas de vida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 977

    Anexos

    1 Avaliação preliminar do paciente pediátrico

    2 Processo de tomada de decisão em cuidados paliativos em pediatria

    3 Hemorragias gastrointestinais em pediatria

    4 Cirurgia paliativa pediátrica

    5 Antibioticoterapia em cuidados paliativos pediátricos

    6 Síndromes neurológicas degenerativas e grandes sequelados em pediatria

    7 Legislação sobre Terminalidade de Vida no Brasil – documentos importantes

    Especificações

    Tipo de produtoE-Books
    ISBN9788520455562
    Número de páginas1056
    Ano de publicação2018
    Edição1

    Requisitos mínimos

    Requisitos mínimos para leitura do e-book• Windows 7 ou superior com o Internet Explorer 9 ao 11. Recomendamos que você utilize o navegador Google Chrome, mas você também pode utilizar os navegadores Mozilla Firefox e Safari.

    • MacOS X versão 10.6 ou superior

    • iOS versão 7.0 ou superior

    • Instale o Bookshelf 5.5 ou superior.

    Sobre o autor

    CurrículoRicardo T. Carvalho: Médico Cardiologista com atuação em Medicina Paliativa pela Associação Médica Brasileira (AMB). Doutor em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Coordenador do Núcleo de Cuidados Paliativos do Hospital das Clínicas da FMUSP. Diretor do Instituto Paliar.

    Milena Reis B. Souza: Coordenadora pedagógica da Equipe de Cuidados Paliativos do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo – Octavio Frias de Oliveira (Icesp). Área de atuação em Medicina Paliativa pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica.

    Ednalda Maria Frank: Docente do Instituto Paliar. Enfermeira do Núcleo Técnico Científico em Cuidados Paliativos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP). Graduada pelo Centro Universitário Nove de Julho (Uninove).

    Rita Tiziana Verardo Polastrini: Enfermeira da Unidade de Dor e Cuidados Paliativos do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (ICr-HCFMUSP). Enfermeira especialista em Administração Hospitalar pela Faculdade de Saúde Pública da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

    Douglas Crispim: Médico Geriatra. Atuação em Cuidados Paliativos pelo Instituto Pallium Latinoamérica. Secretário Geral da Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP). Diretor Técnico da Associação Sênior de Apoio à Saúde. Fundador e Líder do Instituto Brasileiro de Comunicação em Saúde.

    Sumatra M. C. P. Jales: Coordenadora da Área da Odontologia do Programa de Residência Multiprofissional Saúde do Idoso em Cuidados Paliativos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Cirurgiã-dentista Assistente da Equipe de Dor Orofacial, Divisão de Odontologia das Unidades Médicas e de Apoio do Instituto Central do Hospital das Clínicas (HC) da FMUSP.

    Silvia M. M. Barbosa: Chefe da Unidade de Dor e Cuidados Paliativos do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (ICr-HCFMUSP). Presidente do Departamento de Cuidados Paliativos e da Dor da Sociedade Paulista de Pediatria.

    Simone Henriques B. Torres: Médica Geriatra pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP). Área de atuação em Cuidados Paliativos pela Pallium Latinoamerica – Oxford University e pelo Instituto Paliar.

    Veja toda a programação

    Veja todos os coordenadores

      Clientes que compraram este item também compraram

      Avaliação do Produto

      Dúvidas dos consumidores