Precisa de ajuda?
11 4196-6000

0

Carrinho

    Parcelamento em até 12x sem juros
    Primeira troca gratuita
    8% de desconto no PIX
    Cód:
    9788520462515
    Crianças felizes - O guia para aperfeiçoar a autoridade dos pais e a autoestima dos filhos - Digital

    De: R$ 57,00Por: R$ 51,30ou X de

    Economia de R$ 5,70

    Comprar

    Produto similar - impresso e digital

    Especificações

    Descrição

    Currículo

    AutorMagda Gomes Dias

    Sinopse

    SinopseNeste livro, você encontrará as melhores dicas e estratégias para que a sua relação parental com os seus filhos seja a melhor possível.

    Sumário

    SumárioPREFÁCIO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . IX

    COMO ESTE LIVRO ESTÁ ORGANIZADO? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XV

    Capítulo 1 Tudo aquilo que você tem de saber antes de começar . . . XV

    Capítulo 2 O que se passa na cabeça do seu filho? . . . . . . . . . . . . . . . . XV

    Capítulo 3 Criar filhos resilientes, positivos e felizes . . . . . . . . XVI

    Capítulo 4 Saber falar com o seu filho . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . XVI

    Capítulo 5 Quem manda aqui sou eu! . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XVI

    INTRODUÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XIX

    1 – EDUCAÇÃO E PARENTALIDADE POSITIVA . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1

    1.1 Afinal, o que é Parentalidade Positiva? . . . . . . . . .. . . . . . . . . 6

    E aí vem a pergunta: qual é o objetivo disto? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7

    1.2 Os diferentes tipos de educação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8

    A educação autoritária . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9

    A educação permissiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12

    A educação negligente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

    1.3 Por que esses tipos de educação não funcionam?............... 14

    1.4 Praticar a Educação e a Parentalidade Positiva no dia a dia . . . . . 15

    A diferença entre a Parentalidade Positiva e o Attachment Parenting 17

    1.5 Existe mimo a mais? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17

    Como colocar limites firmes e empáticos, sem humilhar ou recorrer a chantagem ou a ofertas? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18

    1.6 Afinal, os limites e as regras são sinônimos de felicidade? . . . . 19

    1.7 Regra no 1: pais felizes = filhos felizes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19

    1.8 O segredo das famílias felizes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22

    1 .8 .1 Os pais também precisam de apoio . . . . . . .. . . . . . . . . . . . 24

    2 – O QUE SE PASSA NA CABEÇA DO SEU FILHO? . . . . . . . . . . . . . 27

    2.1 E de repente o seu anjinho vira diabinho . . . . . . . . . . . . . . . . 31

    Comportamentos próprios da idade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32

    12-18 meses . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32

    18-24 meses . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32

    24-36 meses . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32

    3-4 anos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . 33

    4-6 anos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33

    2.2 O cérebro e a personalidade do seu filho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 35

    E por que é importante sabermos como funcionam os hemisférios cerebrais dos nossos filhos? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37

    2.3 As birras do andar de baixo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40

    Então, o que fazer? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . 41

    Como saber que é uma birra do “andar de baixo”? . . . . . . . . . . . . . . 45

    2.4 Conecte os dois pisos do cérebro do seu filho! . . . . . . . . . . .. . . 46

    2.5 Cinco passos para ajudar o seu filho a aumentar a Inteligência Emocional e a administrar as suas emoções . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48

    2.6 As birras do andar de cima . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .49

    3 – CRIAR FILHOS RESILIENTES, POSITIVOS, FELIZES E COM UMA BOA AUTOESTIMA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 53

    3.1 A Inteligência Emocional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 57

    Por que é importante conhecer o nome das emoções? . . . . . . . . . . 59

    Os cinco pontos fundamentais da Inteligência Emocional . . . . . . . . 59

    3.2 Dar nome ao que sentimos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 63

    3.3 Explicar as emoções às crianças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 66

    3 .3 .1 O medo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 66

    3 .3 .2 A alegria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 66

    3 .3 .3 A raiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67

    3 .3 .4 A tristeza . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67

    3 .3 .5 O afeto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67

    3.4 Autoestima e resiliência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 71

    3 .4 .1 Como promover a autoestima no seu filho . . . . . . . . . . . . . . . . 73

    1 – Respeite a natureza do seu filho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . 81

    2 – Crie memórias positivas e fale delas com frequência . . . . . . . . . . 81

    3 – Tenha contato . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82

    4 – Ensine-o a não se levar tão a sério . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82

    5 – Seja grato . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . 82

    6 – Ensine-o a fazer coisas sozinho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82

    7 – Desenvolva o respeito mútuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82

    8 – Famílias felizes vão para a cama depois de fazerem as pazes . . . . 83

    9 – Seja feliz primeiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 84

    3.5 Os elogios são uma excelente estratégia para criar uma criança insegura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85

    3.5.1 O elogio e as expectativas que criamos em relação aos nossos filhos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86

    3.5.2 As frases que marcam a diferença . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 89

    3.5.3 A importância das expectativas que criamos em relação aos nossos filhos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 92

    3.6 A moda das tabelinhas e dos smiles . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 96

    3.7 Como criar uma criança resiliente, usando técnicas de coaching? 100

    3.8 Um olhar especial . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 103

    3.8.1 A concentração das crianças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 103

    3.8.2 Bullying . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 108

    4 – SABER FALAR COM O SEU FILHO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 115

    4.1 A importância da comunicação e os mitos da moda do falar positivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 119

    4 .1 .1 Os mitos da moda do falar positivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 120

    4 .1 .2 Afinal, como eu falo positivo? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 123

    4 .1 .3 Criar oportunidades para o “sim” . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . 124

    4 .1 .4 Seja específico e proativo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 125

    4 .1 .5 Mude a sua linguagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 128

    4.2 Escuta ativa ................................................. 137

    4.3 Falar a verdade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 139

    4.4 A linguagem não violenta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 141

    4 .4 .1 Como usar a linguagem não violenta no dia a dia com os nossos filhos? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ........ 142

    4.5 Para ir ainda mais longe . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . 144

    5 – QUEM MANDA AQUI SOU EU! . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 147

    5.1 Para educar uma criança é necessário fazer um curso? . . . . . . . 151

    5.2 A verdadeira missão dos pais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 152

    5.3 Por que os filhos não obedecem, naturalmente, aos pais? . . . . 153

    5 .3 .1 A questão da evolução cerebral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 155

    5 .3 .2 Uma questão de agendas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . 157

    5.4 Cooperação e autoridade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . 161

    5 .4 .1 Como aumentar o vínculo parental no dia a dia . . . . . . . . . . . . 165

    5.5 Preparar a adolescência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 169

    5 .5 .1 O dia do filho único . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 171

    5.6 Como ser a autoridade de que o seu filho precisa? . . . . . . . . . 173

    5.7 A técnica do reconhecimento, da descrição ou espelho . . . . . . 181

    E se ele ficar bravo e começar com as birras de costume? O que eu faço? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 182

    5.8 Castigos e palmadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 183

    5.9 O poder das consequências . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 185

    O que as consequências lógicas ensinam, então? . . . . . . . . . . . 186

    5 .9 .1 As cinco regras de ouro das consequências . . . . . . . . . . . . . 190

    5.10 O timeout (ou o “vai ali pensar na sua vida”) . . . . . . . . . .. . . . . . 193

    5 .10 .1 Ainda a questão das tabelinhas e da autoridade . . . . . . . . 197

    5.11 A importância da reparação, da fé e do perdoar . . . . . . . . . 198

    5.12 Um último olhar sobre a questão da obediência (que significa cooperar. Ponto final) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 200

    Especificações

    ISBN9788520462515
    Número de páginas224
    Ano de publicação2020
    Tipo de produtoE-Books

    Requisitos mínimos

    Requisitos mínimos para leitura do e-bookA Editora Manole adota a plataforma de e-books VitalSource Bookshelf. Além de oferecer vários recursos, o Bookshelf permite até quatro instalações, sendo duas em dispositivos móveis (smartphones e tablets) e duas em computadores (desktops ou notebooks).


    Compatibilidade


    Além do acesso on-line e Off-line (online.vitalsource.com), o Bookshelf está disponível para os seguintes sistemas: Windows, Mac OS X, iOS e Android.


    Acesso aos e-books


    • Após a confirmação do pagamento, o e-book será associado a uma conta na VitalSource. Se você já for usuário do Bookshelf, o e-book será associado à conta existente; caso contrário, será criada uma conta com o e-mail utilizado para a compra;

    • Os dados para login devem ser informados no Bookshelf on-line ou na primeira utilização do aplicativo. Após novas aquisições, é importante clicar na opção “Atualizar biblioteca”.



    Acessibilidade


    • O aplicativo Bookshelf dispõe de recursos para auxiliar os portadores de deficiência visual. Além da ampliação de caracteres, o aplicativo oferece a leitura com voz sintetizada;

    • O recurso de leitura em português funciona em instalações em nosso idioma no Windows 7 SP1 ou superior e OS X 10.10 (Yosemite).



    Observações importantes


    • Em sistemas Linux e Windows Phone, seus e-books podem ser acessados on-line;

    Não é permitida a impressão dos e-books;

    Os e-books adquiridos no site da Editora Manole não são compatíveis com os aplicativos e dispositivos Kindle, Nook, Kobo e Lev;

    Sobre o autor

    CurrículoMagda Gomes Dias é formada nas áreas de comportamento e comunicação há mais de 18 anos. Por saber que os comportamentos se
    escolhem e que “comportamento gera comportamento”, ela aborda as questões parentais e da Educação Positiva por essa lente. Com certificação internacional em Inteligência Emocional, em Educação Positiva e em coaching, esta mãe de 2 crianças é também a autora do blogue Mum’s the boss e do site ParentalidadePositiva.com.

    TemplateEvento