Precisa de ajuda?
11 4196-6000

0

Carrinho

    Parcelamento em até 12x sem juros
    Primeira troca gratuita
    5% de desconto no PIX
    Cód:
    9786555767544
    Emergências Toxicológicas 1ª Edição Princípios e prática do tratamento de intoxicações agudas - Impresso

    Por: R$ 482,00ou X de

    Comprar

    Produto similar - impresso e digital

    Especificações

    Descrição

    Currículo

    AutoresEditor: Carlos Augusto Mello da Silva Editores Associados: Dirceu Solé, Ligia Véras Gimenez Fruchtengarten, Luciana Rodrigues Silva, Marilyn Urrutia-Pereira

    Sinopse

    SinopseEsta obra, escrita de modo claro e agradável de ler, demonstra os detalhes de várias situações comuns em Pediatria, relacionadas com substâncias e agentes tóxicos que podem determinar muitas formas de efeitos, de leves a muito graves, em crianças e adolescentes.
    Aborda os princípios básicos e aspectos práticos do diagnóstico e atendimento inicial em intoxicações; as situações especiais em toxicologia médica; os agentes específicos: fármacos, substâncias psicoativas, produtos químicos de uso domiciliar, produtos químicos industriais, gases, metais e pesticidas (agrotóxicos); os acidentes com as toxinas de microrganismos e de fungos, as ervas medicinais e plantas tóxicas, os animais venenosos e peçonhentos terrestres, aquáticos e marinhos.

    Sumário

    SumárioSeção 1 - Introdução: Princípios Básicos e Aspectos Práticos do Diagnóstico e Atendimento Inicial em Intoxicações
    Capítulo 1. Introdução à toxicologia geral
    Capítulo 2. Abordagem inicial do paciente (primeiro atendimento), medidas de descontaminação e depuração
    Capítulo 3. O papel do laboratório (exames de rotina) e análise toxicológica de emergência
    Capítulo 4. Ressuscitação e suporte avançado de vida ao intoxicado grave
    Capítulo 5. Antídotos e antagonistas
    Seção 2 - Situações Especiais em Toxicologia Médica
    Capítulo 6. Distúrbios cardiovasculares: hipotensão, choque, arritmias cardíacas e hipertensão
    Capítulo 7. Síndromes tóxicas e a avaliação clínica das intoxicações agudas
    Capítulo 8. Abuso de álcool
    Capítulo 9. Abuso de substâncias psicoativas (cocaína, anfetaminas, opioides e novas substâncias psicoativas) e síndrome de abstinência
    Capítulo 10. Intoxicações agudas na gestação
    Capítulo 11. Aspectos clínicos e toxicológicos da exposição a agentes químicos ambientais (xenobióticos) na gestação, infância e adolescência
    Capítulo 12. Toxicologia forense: análises toxicológicas como apoio no diagnóstico e manejo
    de abuso de substâncias, maus-tratos e violência contra crianças e adolescentes
    Seção 3 - Agentes Específicos: Fármacos, Substâncias Psicoativas, Produtos Químicos
    de Uso Domiciliar, Produtos Químicos Industriais, Gases, Metais e Pesticidas (Agrotóxicos)
    Capítulo 13. Agonistas beta-adrenérgicos
    Capítulo 14. Anestésicos
    Capítulo 15. Anfetaminas
    Capítulo 16. Antiarrítmicos
    Capítulo 17. Antibióticos e antifúngicos
    Capítulo 18. Anticolinérgicos: como reconhecer e tratar as intoxicações
    Capítulo 19. Antidepressivos, outros
    Capítulo 20. Antidepressivos tricíclicos
    Capítulo 21. Antieméticos
    Capítulo 22. Anti-histamínicos H1 e H2
    Capítulo 23. Anti-inflamatórios não esteroides (ibuprofeno e outros)
    Capítulo 24. Antimônio
    Capítulo 25. Antineoplásicos
    Capítulo 26. Arsênio
    Capítulo 27. Avermectinas/ivermectina
    Capítulo 28. Barbitúricos
    Capítulo 29. Benzodiazepínicos
    Capítulo 30. Bupropiona
    Capítulo 31. Cádmio
    Capítulo 32. Cafeína
    Capítulo 33. Chumbo
    Capítulo 34. Cianeto
    Capítulo 35. Cigarros eletrônicos e vaporizadores: lesão pulmonar associada ao uso de
    cigarros eletrônicos e vaporizadores – “EVALI”
    Capítulo 36. Cloro
    Capítulo 37. Cocaína
    Capítulo 38. Colchicina
    Capítulo 39. Cromo
    Capítulo 40. Descongestionantes nasais (efedrina, pseudoefedrina, fenilefrina, nafazolina,
    oximetazolina)
    Capítulo 41. Desinfetantes e antissépticos
    Capítulo 42. Diuréticos
    Capítulo 43. Estricnina
    Capítulo 44. Ferro (sais de)
    Capítulo 45. Herbicidas
    Capítulo 46. Hidroxicloroquina
    Capítulo 47. Inalação de fumaça de incêndios
    Capítulo 48. Intoxicações agudas por antidiabéticos orais
    Capítulo 49. Intoxicações agudas por insulinas
    Capítulo 50. Intoxicações por anti-hipertensivos
    Capítulo 51. Intoxicações secundárias a fármacos antiepilépticos
    Capítulo 52. Lítio
    Capítulo 53. LSD (dietilamida do ácido lisérgico)
    Capítulo 54. Maconha
    Capítulo 55. Mercúrio
    Capítulo 56. Metanol e etilenoglicol
    Capítulo 57. Metemoglobinemia
    Capítulo 58. Metotrexato
    Capítulo 59. Neonicotinoides, inseticidas
    Capítulo 60. Neurolépticos (antipsicóticos)
    Capítulo 61. Organoclorados
    Capítulo 62. Organofosforados e carbamatos, inseticidas inibidores da colinesterase
    Capítulo 63. Paracetamol
    Capítulo 64. Piretroides e piretrinas
    Capítulo 65. Radiações ionizantes
    Capítulo 66. Raticidas (anticoagulantes superwarfarins e outros)
    Capítulo 67. Sabões e detergentes
    Capítulo 68. Salicilatos (ácido acetilsalicílico e outros)
    Capítulo 69. Teofilina (aminofilina)
    Capítulo 70. Toxicologia dos hidrocarbonetos aromáticos, alicíclicos e alifáticos
    Capítulo 71. Vitaminas
    Capítulo 72. Varfarina e outros medicamentos anticoagulantes orais
    Seção 4 - Toxinas de microrganismos, Toxinas de fungos, Ervas medicinais e plantas tóxicas,
    Animais venenosos e peçonhentos terrestres, aquáticos e marinhos,
    Subseção 1: Acidentes por animais aquáticos
    peçonhentos e venenosos
    Capítulo 73. Acidentes por animais aquáticos peçonhentos e venenosos
    Subseção 2: Acidentes por artrópodos Aranhas
    Capítulo 74. Acidentes por aranhas do gênero Phoneutria (Phoneutrismo)
    Capítulo 75. Latrodectus
    Capítulo 76. Loxoscelismo
    Capítulo 77. Outras aranhas Escorpiões
    Capítulo 78. Acidentes por escorpião Lepidópteros
    Capítulo 79. Acidentes por lepidópteros Potós
    Capítulo 80. Potós
    Subseção 3: Acidentes por serpentes
    Capítulo 81. Acidente botrópico (“jararaca”, Bothrops sp)
    Capítulo 82. Acidentes por serpentes do gênero Crotalus
    Capítulo 83. Acidentes por Lachesis (surucucu)
    Capítulo 84. Acidentes por cobras-corais do gênero Micrurus (micrurismo)
    Capítulo 85. Acidentes por outras serpentes “não peçonhentas”
    Subseção 4: Plantas tóxicas e ervas medicinais
    Capítulo 86. Plantas tóxicas e ervas medicinais
    Capítulo 87. Cogumelos venenosos e alucinógenos
    Subseção 5: Toxinas de microrganismos
    Capítulo 88. Botulismo
    Capítulo 89. Tétano
    Capítulo 90. Toxinas de microrganismos aquáticos
    Índice remissivo
    Encarte: Figuras coloridas do livro

    Especificações

    ISBN9786555767544
    Peso1.606 kg
    Largura20,5 cm
    Altura27,5 cm
    Profundidade (lombada)3,5 cm
    Número de páginas576
    EncadernaçãoBrochura
    Ano de publicação2022
    Tipo de produtoLivros
    Link imagem

    Sobre o autor

    CurrículoSOBRE O EDITOR
    Carlos Augusto Mello da Silva: Professor do curso de especialização em Farmacologia e Toxicologia do Instituto de Toxicologia (InTox) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC RS). Médico do Centro de Informações Toxicológicas/Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CIT/CEVS) do Rio Grande do Sul. Pediatra com área de atuação em Toxicologia Médica pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Associação Médica Brasileira (AMB). Presidente do Departamento Científico de Toxicologia e Saúde Ambiental da SBP. Membro da Comissão de Toxicologia Médica da AMB. Presidente da Sociedade Brasileira de Toxicologia (2010 2011). Diretor da Toxikonsult, Consultoria Especializada em Toxicologia de Porto Alegre (RS)

    SOBRE OS EDITORES ASSOCIADOS
    Dirceu Solé: Professor titular e livre docente da disciplina de Alergia, Imunologia Clínica e Reumatologia do Departamento de Pediatria da Escola Paulista de Medicina/Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp). Diretor dos Departamentos Científicos da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Diretor de pesquisa da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

    Ligia Véras Gimenez Fruchtengarten: Médica pediatra e ex coordenadora clínica do Centro de Controle de Intoxicações (CCI) da Prefeitura de São Paulo. Especialista em Pediatria, com área de atuação em Toxicologia Médica pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Associação Médica Brasileira (AMB). Mestre em Toxicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Membro do Departamento Científico de Toxicologia e Saúde Ambiental da SBP.

    Luciana Rodrigues Silva: Professora titular de Pediatria e chefe do Serviço de Gastroenterologia e Hepatologia Pediátricas da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Doutora e mestre pelo curso de pos graduacao em Medicina e Saúde da UFBA. Pos doutorado pela Université Libre de Bruxelles. Especialista em Pediatria e em Gastroenterologia Pediátrica pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Associação Médica Brasileira (AMB). Presidente da SBP e membro da Academia Brasileira de Pediatria.

    Marilyn Urrutia Pereira: Professora adjunta do Departamento de Medicina da Universidade Federal do Pampa. Secretária do Departamento Científico de Toxicologia e Saúde Ambiental da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Secretária do Departamento Científico de Polución da Sociedad Latinoamericana de Asma, Alergia e Inmunología. Membro do Departamento Científico de Biodiversidade, Poluição e Alergia da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI)., SOBRE O EDITOR
    Carlos Augusto Mello da Silva: Professor do curso de especialização em Farmacologia e Toxicologia do Instituto de Toxicologia (InTox) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC RS). Médico do Centro de Informações Toxicológicas/Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CIT/CEVS) do Rio Grande do Sul. Pediatra com área de atuação em Toxicologia Médica pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Associação Médica Brasileira (AMB). Presidente do Departamento Científico de Toxicologia e Saúde Ambiental da SBP. Membro da Comissão de Toxicologia Médica da AMB. Presidente da Sociedade Brasileira de Toxicologia (2010 2011). Diretor da Toxikonsult, Consultoria Especializada em Toxicologia de Porto Alegre (RS)

    SOBRE OS EDITORES ASSOCIADOS
    Dirceu Solé: Professor titular e livre docente da disciplina de Alergia, Imunologia Clínica e Reumatologia do Departamento de Pediatria da Escola Paulista de Medicina/Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp). Diretor dos Departamentos Científicos da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Diretor de pesquisa da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

    Ligia Véras Gimenez Fruchtengarten: Médica pediatra e ex coordenadora clínica do Centro de Controle de Intoxicações (CCI) da Prefeitura de São Paulo. Especialista em Pediatria, com área de atuação em Toxicologia Médica pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Associação Médica Brasileira (AMB). Mestre em Toxicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Membro do Departamento Científico de Toxicologia e Saúde Ambiental da SBP.

    Luciana Rodrigues Silva: Professora titular de Pediatria e chefe do Serviço de Gastroenterologia e Hepatologia Pediátricas da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Doutora e mestre pelo curso de pos graduacao em Medicina e Saúde da UFBA. Pos doutorado pela Université Libre de Bruxelles. Especialista em Pediatria e em Gastroenterologia Pediátrica pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Associação Médica Brasileira (AMB). Presidente da SBP e membro da Academia Brasileira de Pediatria.

    Marilyn Urrutia Pereira: Professora adjunta do Departamento de Medicina da Universidade Federal do Pampa. Secretária do Departamento Científico de Toxicologia e Saúde Ambiental da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Secretária do Departamento Científico de Polución da Sociedad Latinoamericana de Asma, Alergia e Inmunología. Membro do Departamento Científico de Biodiversidade, Poluição e Alergia da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

    TemplateEvento