Precisa de ajuda?

(11) 4196-6000
Das 08:00 às 17:00

Whatsapp
LivrosInteresse GeralBiografiaA morte de Iván Ilitch e outras histórias – 1ª Edição

Parcelamento em
até 10x sem juros

Primeira troca
gratuita

5% de desconto
no PIX

Livros | Interesse Geral | Biografia

Click me

A morte de Iván Ilitch e outras histórias – 1ª Edição

Referência: 9788520430774
  • Autor: : Lev Nikoláievitch Tolstói
  • Dos quatro contos traduzidos por T. Belinky, dois, escritos em 1872, fazem parte das obras que Tolstói incluiria em seus ?Livros Russos de Leitura?, dirigidos aos leitores populares. Trata-se de ?Deus vê a verdade, mas custa a revelar? e ?O prisioneiro do Cáucaso?. Marcadas pela simplicidade poética da linguagem, estas obras revelam uma das facetas mais preciosas do talento literário do escritor. A simplicidade severa da forma artística, segundo L.Tolstói, deveria refletir aqui a Verdade, que é, no final das contas, simples e transparece onde existe amor ao próximo. Após uma profunda crise espiritual, tornaram-se comuns as afirmações de que, a partir desse momento, o autor de grandes obras-primas trai o talento literário e se torna um pregador fanático de sua doutrina (o ?tolstoísmo?) - um escritor-moralista. Em nenhum momento Tolstói deixou de ser um grande escritor. E talvez a melhor prova disso sejam as novelas ?A Morte de Iván Ilitch? (1886) e ?Senhor e servo? (1895), com abordagem das principais ?questões malditas? e eternas da existência humana, ambas criadas já na época em que Tolstói passou a negar a importância de ser escritor de ficção.
  • + Ver mais

    De
    R$ 59,00
    Por
    R$ 35,40
    Ou 3 x de R$ 11,80
    sem juros
    Economize R$ 23,60
    -40%
    Ou R$ 35,40 à vista no pix

    Formas de pagamento


    Por que ler esse livro?
    Dos quatro contos traduzidos por T. Belinky, dois, escritos em 1872, fazem parte das obras que Tolstói incluiria em seus “Livros Russos de Leitura”, dirigidos aos leitores populares. Trata-se de “Deus vê a verdade, mas custa a revelar” e “O prisioneiro do Cáucaso”. Marcadas pela simplicidade poética da linguagem, estas obras revelam uma das facetas mais preciosas do talento literário do escritor. A simplicidade severa da forma artística, segundo L.Tolstói, deveria refletir aqui a Verdade, que é, no final das contas, simples e transparece onde existe amor ao próximo. Após uma profunda crise espiritual, tornaram-se comuns as afirmações de que, a partir desse momento, o autor de grandes obras-primas trai o talento literário e se torna um pregador fanático de sua doutrina (o “tolstoísmo”) - um escritor-moralista. Em nenhum momento Tolstói deixou de ser um grande escritor. E talvez a melhor prova disso sejam as novelas “A Morte de Iván Ilitch” (1886) e “Senhor e servo” (1895), com abordagem das principais “questões malditas” e eternas da existência humana, ambas criadas já na época em que Tolstói passou a negar a importância de ser escritor de ficção.
    • Lev Nikoláievitch Tolstói nasceu em 28 de agosto de 1828, em Iasnaia Poliana, propriedade familiar da sua mãe, princesa Maria Volkónskaia (ela pertencia a uma das mais nobres e antigas famílias russas). Criado no meio da alta sociedade russa, Tolstói, apesar de não ter concluído o curso na Universidade de Kazan, conseguiu obter perfeita educação e falava fluentemente várias línguas. Dentre as obras publicadas, encontram-se: “Infância” (1852), “Contos de Sebastópol” (1855-1856), “Cossacos” (1863), “Guerra e Paz (1865-1869), “Anna Kariênina” (1875-1877), “A morte de Iván Ilitch” (1886), entre outras.
    • Lev Nikoláievitch Tolstói nasceu em 28 de agosto de 1828, em Iasnaia Poliana, propriedade familiar da sua mãe, princesa Maria Volkónskaia (ela pertencia a uma das mais nobres e antigas famílias russas). Criado no meio da alta sociedade russa, Tolstói, apesar de não ter concluído o curso na Universidade de Kazan, conseguiu obter perfeita educação e falava fluentemente várias línguas. Dentre as obras publicadas, encontram-se: “Infância” (1852), “Contos de Sebastópol” (1855-1856), “Cossacos” (1863), “Guerra e Paz (1865-1869), “Anna Kariênina” (1875-1877), “A morte de Iván Ilitch” (1886), entre outras.
    • • A morte de Iván Ilitch
    • • Senhor e servo
    • • O prisioneiro do Cáucaso
    • • Deus vê a verdade, mas custa a revelar
    • • A morte de Iván Ilitch • Senhor e servo • O prisioneiro do Cáucaso • Deus vê a verdade, mas custa a revelar
    • ISBN
      9788520430774
    • Peso
      0,375 kg
    • Largura
      14 cm
    • Altura
      21 cm
    • Profundidade (lombada)
      1,8 cm
    • Número de páginas
      232
    • Encadernação
      Capa Dura
    • Ano de publicação
      2010
    • Edição
      1
    • Tipo de produto
      Livros

    Quem viu, viu também

    9788520430774_capa3D

    A morte de Iván Ilitch e outras histórias – 1ª Edição

    R$ 59,00
    R$ 35,40
    -40%