Precisa de ajuda?

(11) 4196-6000
Das 08:00 às 17:00

Whatsapp
E-booksMedicinaClínica MédicaSemiologia Clínica 1ª Edição

Parcelamento em
até 10x sem juros

Primeira troca
gratuita

5% de desconto
no PIX

E-books | Medicina | Clínica Médica

Click me

Semiologia Clínica 1ª Edição

Referência: 9786555765250
  • Editores: : Mílton de Arruda Martins, Carla Romagnolli Quintino, Iolanda de Fátima Lopes Calvo Tibério, José Antonio Atta e Lígia Fidelis Ivanovic
  • O livro Semiologia Clínica foi idealizado com uma nova proposta no ensino da propedêutica, com abordagem humanizada e centrada em sinais, sintomas e exame clínico. Visa também a preparar o profissional para situações não convencionais. Dividido em 5 grandes seções. Na primeira, são abordados os temas da história clínica, promoção da saúde, semiologia baseada em evidências e técnica de comunicação. A Seção 2 trata do exame clínico de forma padronizada por sistemas. A Seção 3 aborda o raciocínio diagnóstico com base nos sinais e sintomas. Na seção seguinte, abordam-se as grandes síndromes da clínica médica. Por fim, na quinta seção, discutem-se situações especiais da prática médica, como as semiologias dos pacientes com incapacidade, com deficiência intelectual, em fase final de vida e obesidade. Objetivando melhor compreensão do conhecimento, há vasto uso de imagens explicativas, tabela-síntese ao final dos capítulos, casos clínicos e vídeos demonstrativos dos diversos exames clínicos.
  • + Ver mais

    De
    R$ 420,00
    Por
    R$ 357,00
    Ou 10 x de R$ 35,70
    sem juros
    Economize R$ 63,00
    -15%
    Ou R$ 357,00 à vista no pix

    Formas de pagamento


    Por que ler esse e-book?
    - Este livro pretende ser tanto introdutório, para um aluno de medicina iniciar o cuidado a adultos, como de discussão sobre para médicos se atualizarem nesses princípios. - Aborda inclusive situações não convencionais do dia a dia do profissional: atendimento de paciente indígena; com incapacidade; em situação de vulnerabilidade; em final de vida, etc. - Acompanha vídeos demonstrativos em plataforma digital exclusiva. Os próprios autores dos capítulos gravaram os vídeos.
      Mílton de Arruda Martins: Professor Titular de Clínica Médica da FMUSP. Diretor do Serviço de Clínica Geral do HC-FMUSP. Carla Romagnolli Quintino: Doutora pela FMUSP. Médica Assistente da Divisão de Clínica Médica do Hospital Universitário da USP. Co-organizadora e Professora de Propedêutica Clínica da FMUSP. Iolanda de Fátima Lopes Calvo Tibério: Coordenadora do Internato da FMUSP. Chefe do Laboratório de Terapêutica Experimental do HC-FMUSP (LIM 20). Professora Associada do Departamento de Clínica Médica da FMUSP. José Antonio Atta: Doutor em Medicina. Médico Assistente do Serviço de Clínica Geral do HC-FMUSP. Médico Responsável pela Liga Acadêmica de Hipertensão Arterial Sistêmica do HC-FMUSP. Coordenador da Disciplina UC-04 (Processo Saúde-Doença-Cuidado) da FMUSP. Coordenador Médico da Área de Clínica Médica do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo “Octávio Frias de Oliveira”. Lígia Fidelis Ivanovic: Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP. Médica Assistente do Serviço de Clínica Geral e Propedêutica do HC-FMUSP. Médica Assistente do Serviço de Clínica Médica do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo “Octávio Frias de Oliveira”.
      Mílton de Arruda Martins: Professor Titular de Clínica Médica da FMUSP. Diretor do Serviço de Clínica Geral do HC-FMUSP. Carla Romagnolli Quintino: Doutora pela FMUSP. Médica Assistente da Divisão de Clínica Médica do Hospital Universitário da USP. Co-organizadora e Professora de Propedêutica Clínica da FMUSP. Iolanda de Fátima Lopes Calvo Tibério: Coordenadora do Internato da FMUSP. Chefe do Laboratório de Terapêutica Experimental do HC-FMUSP (LIM 20). Professora Associada do Departamento de Clínica Médica da FMUSP. José Antonio Atta: Doutor em Medicina. Médico Assistente do Serviço de Clínica Geral do HC-FMUSP. Médico Responsável pela Liga Acadêmica de Hipertensão Arterial Sistêmica do HC-FMUSP. Coordenador da Disciplina UC-04 (Processo Saúde-Doença-Cuidado) da FMUSP. Coordenador Médico da Área de Clínica Médica do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo “Octávio Frias de Oliveira”. Lígia Fidelis Ivanovic: Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP. Médica Assistente do Serviço de Clínica Geral e Propedêutica do HC-FMUSP. Médica Assistente do Serviço de Clínica Médica do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo “Octávio Frias de Oliveira”.
    • Mílton de Arruda Martins, Carla Romagnolli Quintino, Iolanda de Fátima Lopes Calvo Tibério, José Antonio Atta e Lígia Fidelis Ivanovic
    • Mílton de Arruda Martins, Carla Romagnolli Quintino, Iolanda de Fátima Lopes Calvo Tibério, José Antonio Atta e Lígia Fidelis Ivanovic
      A Editora Manole adota a plataforma de e-books VitalSource Bookshelf. Além de oferecer vários recursos, o Bookshelf permite até quatro instalações, sendo duas em dispositivos móveis (smartphones e tablets) e duas em computadores (desktops ou notebooks). Compatibilidade Além do acesso on-line e Off-line (online.vitalsource.com), o Bookshelf está disponível para os seguintes sistemas: Windows, Mac OS X, iOS e Android. Acesso aos e-books • Após a confirmação do pagamento, o e-book será associado a uma conta na VitalSource. Se você já for usuário do Bookshelf, o e-book será associado à conta existente; caso contrário, será criada uma conta com o e-mail utilizado para a compra; • Os dados para login devem ser informados no Bookshelf on-line ou na primeira utilização do aplicativo. Após novas aquisições, é importante clicar na opção “Atualizar biblioteca”. Acessibilidade • O aplicativo Bookshelf dispõe de recursos para auxiliar os portadores de deficiência visual. Além da ampliação de caracteres, o aplicativo oferece a leitura com voz sintetizada; • O recurso de leitura em português funciona em instalações em nosso idioma no Windows 7 SP1 ou superior e OS X 10.10 (Yosemite). Observações importantes • Em sistemas Linux e Windows Phone, seus e-books podem ser acessados on-line; • Não é permitida a impressão dos e-books;Os e-books adquiridos no site da Editora Manole não são compatíveis com os aplicativos e dispositivos Kindle, Nook, Kobo e Lev;
      A Editora Manole adota a plataforma de e-books VitalSource Bookshelf. Além de oferecer vários recursos, o Bookshelf permite até quatro instalações, sendo duas em dispositivos móveis (smartphones e tablets) e duas em computadores (desktops ou notebooks). Compatibilidade Além do acesso on-line e Off-line (online.vitalsource.com), o Bookshelf está disponível para os seguintes sistemas: Windows, Mac OS X, iOS e Android. Acesso aos e-books • Após a confirmação do pagamento, o e-book será associado a uma conta na VitalSource. Se você já for usuário do Bookshelf, o e-book será associado à conta existente; caso contrário, será criada uma conta com o e-mail utilizado para a compra; • Os dados para login devem ser informados no Bookshelf on-line ou na primeira utilização do aplicativo. Após novas aquisições, é importante clicar na opção “Atualizar biblioteca”. Acessibilidade • O aplicativo Bookshelf dispõe de recursos para auxiliar os portadores de deficiência visual. Além da ampliação de caracteres, o aplicativo oferece a leitura com voz sintetizada; • O recurso de leitura em português funciona em instalações em nosso idioma no Windows 7 SP1 ou superior e OS X 10.10 (Yosemite). Observações importantes • Em sistemas Linux e Windows Phone, seus e-books podem ser acessados on-line; • Não é permitida a impressão dos e-books;Os e-books adquiridos no site da Editora Manole não são compatíveis com os aplicativos e dispositivos Kindle, Nook, Kobo e Lev;
    • Apresentação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XIX
    • Conteúdo complementar . . . . . . . . . . . . . . . . XXI
    • Seção I – O médico e o paciente
    • 1. Relação médico-paciente . . . . . . . . . . . . . 2
    • 2. Comunicação clínica . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
    • 3. História clínica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
    • 4. Acompanhamento do paciente . . . . . . . . 27
    • 5. Raciocínio clínico baseado em probabilidades: semiologia baseada em evidências e epidemiologia clínica . . . . . 33
    • 6. Raciocínio clínico: como os médicos pensam . .. . . . . . . . . . . . 39
    • 7. Aconselhamento para comportamentos saudáveis . . . . . . . . . . . 42
    • Seção II – O exame clínico
    • 8. Semiologia de cabeça e pescoço . . . . . . 46
    • 9. O exame da pele e anexos . . . . . . . . . . . . 90
    • 10. O exame do tóraxe do sistema respiratório . . . . . . . . . . . . . 94
    • 11. O exame cardíaco . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102
    • 12. Exame do sistema vascular periférico . . . 111
    • 13. O exame dos gângliose o sistema linfático . . . . . . . . . . . 115
    • 14. Exame físico de abdomee sistema digestório . . . . . . . . . . . . 118
    • 15. O exame do sistema locomotor . . . . . . . . 129
    • 16. Exame osteoarticular . . . . . . . . . . . . . . . . . 134
    • 17. Exame das vias urinárias e sistema reprodutor masculino. . 146
    • 18. Semiologia ginecológica e mamária . . . . 152
    • 19. O exame do sistema nervoso . . . . . . . . . . 158
    • 20. A avaliação da saúde mental . . . . . . . . . 165
    • 21. Padronização do exame clínico . . . . . . . . 177
    • Seção III – Sinais e sintomas
    • 22. Adenomegalias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 184
    • 23. Alterações da consciência . . . . . . . . . . . . . 189
    • 24. Alterações do apetite . . . . . . . . . . . . . . . . . 195
    • 25. Alterações do sono . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 199
    • 26. Anemia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 206
    • 27. Cansaço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 214
    • 28. Artrites e artralgias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 219
    • 29. Ascite . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 225
    • 30. Cefaleias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 236
    • 31. Constipação intestinal . . . . . . . . . . . . . . . . 246
    • 32. Derrame pleural e derrame pericárdico . 250
    • 33. Diarreia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 256
    • 34. Disfagia e odinofagia . . . . . . . . . . . . . . . . . 260
    • 35. Dispepsia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 264
    • 36. Dispneia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 274
    • 37. Dor abdominal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 286
    • 38. Dor muscular . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 291
    • 39. Dor torácica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 294
    • 40. Edema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 301
    • 41. Febre . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 311
    • 42. Manifestações hemorrágicasdo trato digestório: hematêmese, melena, hematoquezia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 319
    • 43. Hepatomegalia e esplenomegalia . . . . . . 325
    • 44. Hipertensão arterial sistêmica e a medida da pressão arterial 45
    • 45. Icterícia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 355
    • 46. Lombalgia e cervicalgia . . . . . . . . . . . . . . 364
    • 47. Náuseas e vômitos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 372
    • 48. Palpitações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 377
    • 49. Emagrecimento involuntário . . . . . . . . . . . 381
    • 50. Quedas e instabilidade postural . . . . . . . 403
    • 51. Sangramento e trombose . . . . . . . . . . . . . 408
    • 52. Sinais e sintomas do ouvido . . . . . . . . . . . 414
    • 53. Sinais e sintomas urinários . . . . . . . . . . . . 419
    • 54. Sinais e sintomas oculares . . . . . . . . . . . . 422
    • 55. Tontura e perda transitóriada consciência . . . . . . . . . . . 428
    • 56. Tosse, expectoração e hemoptise . . . . . . 434
    • 57. Tremor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 443
    • Seção IV – Grandes síndromes clínicas
    • 58. Hipotensão e choque . . . . . . . . . . . . . . . . . 448
    • 59. Ansiedade e depressão . . . . . . . . . . . . . . . 451
    • 60. Insuficiência arterial periférica . . . . . . . . . 457
    • 61. Insuficiência cardíaca . . . . . . . . . . . . . . . . 460
    • 62. Insuficiência hepática . . . . . . . . . . . . . . . . 467
    • 63. Insuficiência renal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 472
    • 64. Insuficiência respiratória . . . . . . . . . . . . . . 476
    • 65. Insuficiência venosa periférica . . . . . . . . . 481
    • Seção V – Tópicos específicos
    • 66. Semiologia do adolescente . . . . . . . . . . . . 488
    • 67. Semiologia do idoso . . . . . . . . . . . . . . . . . . 494
    • 68. Semiologia do paciente com incapacidade . . . . . . . . . . . . 505
    • 69. Semiologia da deficiência intelectual . . . 511
    • 70. Semiologia do paciente em fim de vida . 517
    • 71. Semiologia do paciente obeso . . . . . . . . . 520
    • 72. Semiologia do paciente com sintomas de difícil caracterização . .
    • . . . 524
    • 73. Semiologia do paciente indígena . . . . . . 528
    • 74. Semiologia do paciente em situação de vulnerabilidade . 537
    • 75. Semiologia da vida sexual . . . . . . . . . . . . 543
    • 76. Avaliação de habilidades clínicas . . . . . . 553
    • Índice remissivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 565
    • Apresentação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XIX Conteúdo complementar . . . . . . . . . . . . . . . . XXI Seção I – O médico e o paciente 1. Relação médico-paciente . . . . . . . . . . . . . 2 2. Comunicação clínica . . . . . . . . . . . . . . . . . 8 3. História clínica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16 4. Acompanhamento do paciente . . . . . . . . 27 5. Raciocínio clínico baseado em probabilidades: semiologia baseada em evidências e epidemiologia clínica . . . . . 33 6. Raciocínio clínico: como os médicos pensam . .. . . . . . . . . . . . 39 7. Aconselhamento para comportamentos saudáveis . . . . . . . . . . . 42 Seção II – O exame clínico 8. Semiologia de cabeça e pescoço . . . . . . 46 9. O exame da pele e anexos . . . . . . . . . . . . 90 10. O exame do tóraxe do sistema respiratório . . . . . . . . . . . . . 94 11. O exame cardíaco . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102 12. Exame do sistema vascular periférico . . . 111 13. O exame dos gângliose o sistema linfático . . . . . . . . . . . 115 14. Exame físico de abdomee sistema digestório . . . . . . . . . . . . 118 15. O exame do sistema locomotor . . . . . . . . 129 16. Exame osteoarticular . . . . . . . . . . . . . . . . . 134 17. Exame das vias urinárias e sistema reprodutor masculino. . 146 18. Semiologia ginecológica e mamária . . . . 152 19. O exame do sistema nervoso . . . . . . . . . . 158 20. A avaliação da saúde mental . . . . . . . . . 165 21. Padronização do exame clínico . . . . . . . . 177 Seção III – Sinais e sintomas 22. Adenomegalias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 184 23. Alterações da consciência . . . . . . . . . . . . . 189 24. Alterações do apetite . . . . . . . . . . . . . . . . . 195 25. Alterações do sono . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 199 26. Anemia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 206 27. Cansaço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 214 28. Artrites e artralgias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 219 29. Ascite . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 225 30. Cefaleias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 236 31. Constipação intestinal . . . . . . . . . . . . . . . . 246 32. Derrame pleural e derrame pericárdico . 250 33. Diarreia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 256 34. Disfagia e odinofagia . . . . . . . . . . . . . . . . . 260 35. Dispepsia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 264 36. Dispneia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 274 37. Dor abdominal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 286 38. Dor muscular . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 291 39. Dor torácica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 294 40. Edema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 301 41. Febre . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 311 42. Manifestações hemorrágicasdo trato digestório: hematêmese, melena, hematoquezia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 319 43. Hepatomegalia e esplenomegalia . . . . . . 325 44. Hipertensão arterial sistêmica e a medida da pressão arterial 45 45. Icterícia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 355 46. Lombalgia e cervicalgia . . . . . . . . . . . . . . 364 47. Náuseas e vômitos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 372 48. Palpitações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 377 49. Emagrecimento involuntário . . . . . . . . . . . 381 50. Quedas e instabilidade postural . . . . . . . 403 51. Sangramento e trombose . . . . . . . . . . . . . 408 52. Sinais e sintomas do ouvido . . . . . . . . . . . 414 53. Sinais e sintomas urinários . . . . . . . . . . . . 419 54. Sinais e sintomas oculares . . . . . . . . . . . . 422 55. Tontura e perda transitóriada consciência . . . . . . . . . . . 428 56. Tosse, expectoração e hemoptise . . . . . . 434 57. Tremor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 443 Seção IV – Grandes síndromes clínicas 58. Hipotensão e choque . . . . . . . . . . . . . . . . . 448 59. Ansiedade e depressão . . . . . . . . . . . . . . . 451 60. Insuficiência arterial periférica . . . . . . . . . 457 61. Insuficiência cardíaca . . . . . . . . . . . . . . . . 460 62. Insuficiência hepática . . . . . . . . . . . . . . . . 467 63. Insuficiência renal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 472 64. Insuficiência respiratória . . . . . . . . . . . . . . 476 65. Insuficiência venosa periférica . . . . . . . . . 481 Seção V – Tópicos específicos 66. Semiologia do adolescente . . . . . . . . . . . . 488 67. Semiologia do idoso . . . . . . . . . . . . . . . . . . 494 68. Semiologia do paciente com incapacidade . . . . . . . . . . . . 505 69. Semiologia da deficiência intelectual . . . 511 70. Semiologia do paciente em fim de vida . 517 71. Semiologia do paciente obeso . . . . . . . . . 520 72. Semiologia do paciente com sintomas de difícil caracterização . . . . . 524 73. Semiologia do paciente indígena . . . . . . 528 74. Semiologia do paciente em situação de vulnerabilidade . 537 75. Semiologia da vida sexual . . . . . . . . . . . . 543 76. Avaliação de habilidades clínicas . . . . . . 553 Índice remissivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 565
    • ISBN
      9786555765250
    • Número de páginas
      592
    • Ano de publicação
      2021
    • Tipo de produto
      E-Books

    Quem viu, viu também

    SEMIOLOGIA-CLINICA

    Semiologia Clínica 1ª Edição

    R$ 420,00
    R$ 357,00
    -15%