Precisa de ajuda?

(11) 4196-6000
Das 08:00 às 17:00

Whatsapp
E-booksMedicinaPediatriaTerapia Intensiva 2ª Edição

Parcelamento em
até 10x sem juros

Primeira troca
gratuita

5% de desconto
no PIX

E-books | Medicina | Pediatria

Click me

Terapia Intensiva 2ª Edição

Referência: 9786555760255
  • Coordenadores: : Werther Brunow de Carvalho, Artur F. Delgado, Shieh Huei Hsin, Maria Thereza de Cordes Cabêdo
  • A medicina de emergência e cuidados intensivos está sempre em desenvolvimento, com um grande número de pesquisas e impacto clínico importante, que alteram o manejo da criança criticamente enferma. A especialidade de cuidados intensivos em pediatria está em constante crescimento e atinge, nesse momento, uma maturidade, com sociedades atuantes, especialistas reconhecidos e uma atuação cada vez maior em todo o país.
  • + Ver mais

    De
    R$ 347,00
    Por
    R$ 173,50
    Ou 10 x de R$ 17,35
    sem juros
    Economize R$ 173,50
    -50%
    Ou R$ 173,50 à vista no pix

    Formas de pagamento


    Por que ler esse e-book?
    1) Este livro aumenta a extensão do conhecimento médico necessário para a prática em unidade de cuidados intensivos. 2) Este livro contém temas atuais, permitindo ao intensivista ou que realiza residência médica uma reciclagem e atualização que lhe possibilite proporcionar melhor assistência clínica à criança. 3) É de grande utilidade a sua aplicação à beira do leito, pois enfoca aspectos de informação prática. 4) Avalia as principais situações clínicas enfrentadas pelo intensivista pediátrico.
      Werther Brunow de Carvalho Médico Pediatra/Neonatologista Intensivista. Professor Titular de Terapia Intensiva Pediatria/Neonatologia do Instituto da Criança e do Adolescente do HCFMUSP. Coordenador da Pediatria do Hospital Santa Catarina. Fellow da Critical Care Medicine, EUA. Membro Titular da Academia Brasileira de Pediatria. Artur Figueiredo Delgado Professor Associado do Departamento de Pediatria da FMUSP. Coordenador do Centro de Terapia Intensiva Pediátrica do Instituto da Criança e do Adolescente do HCFMUSP. Coordenador da Equipe de Terapia Nutricional do Instituto da Criança e do Adolescente do HCFMUSP. Vice-presidente da Sociedade Paulista de Terapia Intensiva. Shieh Huei Hsin Médico Assistente da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do Hospital Universitário da USP (HU-USP). Médico Coordenador da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do HU-USP. Maria Thereza de Cordes Cabêdo Médica Coordenadora do Centro de Tratamento Intensivo do Serviço de Onco-Hematologia do Instituto da Criança e do Adolescente do HCFMUSP. Plantonista da UTI Pediátrica do Hospital Sírio-Libanês.
      Werther Brunow de Carvalho Médico Pediatra/Neonatologista Intensivista. Professor Titular de Terapia Intensiva Pediatria/Neonatologia do Instituto da Criança e do Adolescente do HCFMUSP. Coordenador da Pediatria do Hospital Santa Catarina. Fellow da Critical Care Medicine, EUA. Membro Titular da Academia Brasileira de Pediatria. Artur Figueiredo Delgado Professor Associado do Departamento de Pediatria da FMUSP. Coordenador do Centro de Terapia Intensiva Pediátrica do Instituto da Criança e do Adolescente do HCFMUSP. Coordenador da Equipe de Terapia Nutricional do Instituto da Criança e do Adolescente do HCFMUSP. Vice-presidente da Sociedade Paulista de Terapia Intensiva. Shieh Huei Hsin Médico Assistente da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do Hospital Universitário da USP (HU-USP). Médico Coordenador da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do HU-USP. Maria Thereza de Cordes Cabêdo Médica Coordenadora do Centro de Tratamento Intensivo do Serviço de Onco-Hematologia do Instituto da Criança e do Adolescente do HCFMUSP. Plantonista da UTI Pediátrica do Hospital Sírio-Libanês.
      A Editora Manole adota a plataforma de e-books VitalSource Bookshelf. Além de oferecer vários recursos, o Bookshelf permite até quatro instalações, sendo duas em dispositivos móveis (smartphones e tablets) e duas em computadores (desktops ou notebooks). Compatibilidade Além do acesso on-line e Off-line (online.vitalsource.com), o Bookshelf está disponível para os seguintes sistemas: Windows, Mac OS X, iOS e Android. Acesso aos e-books • Após a confirmação do pagamento, o e-book será associado a uma conta na VitalSource. Se você já for usuário do Bookshelf, o e-book será associado à conta existente; caso contrário, será criada uma conta com o e-mail utilizado para a compra; • Os dados para login devem ser informados no Bookshelf on-line ou na primeira utilização do aplicativo. Após novas aquisições, é importante clicar na opção “Atualizar biblioteca”. Acessibilidade • O aplicativo Bookshelf dispõe de recursos para auxiliar os portadores de deficiência visual. Além da ampliação de caracteres, o aplicativo oferece a leitura com voz sintetizada; • O recurso de leitura em português funciona em instalações em nosso idioma no Windows 7 SP1 ou superior e OS X 10.10 (Yosemite). Observações importantes • Em sistemas Linux e Windows Phone, seus e-books podem ser acessados on-line; • Não é permitida a impressão dos e-books;Os e-books adquiridos no site da Editora Manole não são compatíveis com os aplicativos e dispositivos Kindle, Nook, Kobo e Lev;
      A Editora Manole adota a plataforma de e-books VitalSource Bookshelf. Além de oferecer vários recursos, o Bookshelf permite até quatro instalações, sendo duas em dispositivos móveis (smartphones e tablets) e duas em computadores (desktops ou notebooks). Compatibilidade Além do acesso on-line e Off-line (online.vitalsource.com), o Bookshelf está disponível para os seguintes sistemas: Windows, Mac OS X, iOS e Android. Acesso aos e-books • Após a confirmação do pagamento, o e-book será associado a uma conta na VitalSource. Se você já for usuário do Bookshelf, o e-book será associado à conta existente; caso contrário, será criada uma conta com o e-mail utilizado para a compra; • Os dados para login devem ser informados no Bookshelf on-line ou na primeira utilização do aplicativo. Após novas aquisições, é importante clicar na opção “Atualizar biblioteca”. Acessibilidade • O aplicativo Bookshelf dispõe de recursos para auxiliar os portadores de deficiência visual. Além da ampliação de caracteres, o aplicativo oferece a leitura com voz sintetizada; • O recurso de leitura em português funciona em instalações em nosso idioma no Windows 7 SP1 ou superior e OS X 10.10 (Yosemite). Observações importantes • Em sistemas Linux e Windows Phone, seus e-books podem ser acessados on-line; • Não é permitida a impressão dos e-books;Os e-books adquiridos no site da Editora Manole não são compatíveis com os aplicativos e dispositivos Kindle, Nook, Kobo e Lev;
    • Prefácio da 1ª edição . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXI
    • Prefácio à 2ª edição .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXIII
    • Introdução . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXV
    • Seção I – Introdução
    • 1. Composição de uma unidade de terapia intensiva pediátrica/neonatal . . . . 2
    • 2. Avaliação de gravidade e prognóstico em terapia intensiva pediátrica . . . . 20
    • 3. Prevenção da infecção no paciente gravemente doente . . . . . . 34
    • 4. Procedimentos em unidade de terapia intensiva . . . . . . . . . . . 58
    • 5. Transporte seguro de paciente criticamente enfermo na pediatria . . . . . . . 87
    • 6. Aspectos éticos comuns no tratamento de crianças gravemente doentes . . 109
    • 7. Cuidados paliativos na terapia intensiva pediátrica . . .. . . . . . . 124
    • Seção II – Distúrbios Respiratórios
    • 8. Fisiologia respiratória e principais causas de disfunção respiratória grave . . 136
    • 9. Análise crítica dos procedimentos para oxigenoterapia e manejo da via aérea . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 146
    • 10. Ventilação mecânica – como iniciar e monitorar . . . . . . . . . . . 165
    • 11. Desmame da ventilação mecânica em pediatria . . .. . . . . . . 178
    • 12. Modos de ventilação não invasiva . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . 191
    • 13. Síndrome do desconforto respiratório agudo e ventilação protetora em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 200
    • 14. Bronquiolite aguda e asma grave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 210
    • 15. Modos não convencionais de ventilação mecânica. . . . . . . 226
    • 16. Oxigenação por membrana extracorpórea . . . . . . . . . . . . . . . 245
    • 17. Hipertensão pulmonar persistente neonatal . . . . . .. . . . . . . . 267
    • 18. Hipertensão pulmonar em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 278
    • Seção III – Alterações Hemodinâmicas
    • 19. Anatomia e fisiologia do sistema cardiovascular . . . . . . . . . . . 300
    • Sumário XVII
    • 20. Monitoração hemodinâmica invasiva versus não invasiva . . .. . 311
    • 21. Monitoração hemodinâmica e adequação da perfusão tecidual . . . . 326
    • 22. Síndrome da resposta inflamatória sistêmica, sepse, choque séptico e sepse grave em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 343
    • 23. Análise crítica do uso contínuo ou intermitente de medicações no sistema cardiovascular . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 375
    • 24. Insufiência cardíaca congestiva e choque cardiogênico . . . . . . 386
    • 25. Disritmias cardíacas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 397
    • Seção IV – Disfunção Renal
    • 26. Injúria renal aguda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 422
    • 27. Métodos dialíticos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . 442
    • 28. Transplante renal – cuidados perioperatórios . . . . . . . . . . . . 451
    • 29. Crise hipertensiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 463
    • Seção V – Distúrbios Metabólicos e Hidroeletrolíticos
    • 30. Acidose metabólica e alcalose metabólica . . . . . . . . . . . . 480
    • 31. Distúrbios do sódio e do potássio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 507
    • 32. Distúrbios do metabolismo do cálcio e do magnésio . . . . . . . . 524
    • 33. Distúrbios endocrinológicos em pacientes pediátricos criticamente doentes . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 539
    • Seção VI – Distúrbios Neurológicos
    • 34. Hipertensão intracraniana: diagnóstico e tratamento . . . . . 568
    • 35. Coma: diagnóstico e tratamento . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . 599
    • 36. Convulsões e estado de mal epiléptico . . . . . . . . . . . . . . . . . 612
    • 37. Morte encefálica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 625
    • 38. Analgesia e sedação do paciente gravemente doente e tratamento da dor na UTI pediátrica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 634
    • Seção VII – Terapia Nutricional
    • 39. Avaliação do risco nutricional e do estado nutricional da criança e do adolescente gravemente doentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 660
    • 40. Bases da terapia nutricional parenteral . . . . . . . . . . . . . . . . 671
    • 41. Terapia nutricional enteral – sistematização e racionalização de uso . . . . . . 685
    • 42. Hemorragia digestiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . 697
    • Seção VIII – Doenças Infecciosas
    • 43. Uso adequado e racional de antibióticos em unidade de terapia intensiva . 708
    • 44. Pneumonia hospitalar associada à ventilação pulmonar mecânica . . . . . . . 718
    • 45. Infecção de corrente sanguínea relacionada ao cateter venoso central . . . . 728
    • Seção IX – Disfunção Hepática
    • 46. Insuficiência hepática aguda em crianças . . . . . . . . . . . . . . . 740
    • 47. Indicações e avaliação pré e pós-operatória do transplante hepático . . . . . 751
    • Seção X – Disfunção Hematológica e Oncologia
    • 48. Distúrbios trombo-hemorrágicos no paciente gravemente doente . . . . . . . 764
    • 49. Uso racional de hemocomponentes na criança gravemente doente . . . . . . 778
    • Seção XI – Acidentes
    • 50. Grande queimado/inalação de fumaça . . . . . . . . . . . . 798
    • 51. Trauma cranioencefálico grave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 823
    • Seção XII – Intoxicações Agudas
    • 52. Intoxicações exógenas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 856
    • Índice remissivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 869
    • Prefácio da 1ª edição . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXI Prefácio à 2ª edição .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXIII Introdução . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXV Seção I – Introdução 1. Composição de uma unidade de terapia intensiva pediátrica/neonatal . . . . 2 2. Avaliação de gravidade e prognóstico em terapia intensiva pediátrica . . . . 20 3. Prevenção da infecção no paciente gravemente doente . . . . . . 34 4. Procedimentos em unidade de terapia intensiva . . . . . . . . . . . 58 5. Transporte seguro de paciente criticamente enfermo na pediatria . . . . . . . 87 6. Aspectos éticos comuns no tratamento de crianças gravemente doentes . . 109 7. Cuidados paliativos na terapia intensiva pediátrica . . .. . . . . . . 124 Seção II – Distúrbios Respiratórios 8. Fisiologia respiratória e principais causas de disfunção respiratória grave . . 136 9. Análise crítica dos procedimentos para oxigenoterapia e manejo da via aérea . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 146 10. Ventilação mecânica – como iniciar e monitorar . . . . . . . . . . . 165 11. Desmame da ventilação mecânica em pediatria . . .. . . . . . . 178 12. Modos de ventilação não invasiva . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . 191 13. Síndrome do desconforto respiratório agudo e ventilação protetora em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 200 14. Bronquiolite aguda e asma grave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 210 15. Modos não convencionais de ventilação mecânica. . . . . . . 226 16. Oxigenação por membrana extracorpórea . . . . . . . . . . . . . . . 245 17. Hipertensão pulmonar persistente neonatal . . . . . .. . . . . . . . 267 18. Hipertensão pulmonar em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 278 Seção III – Alterações Hemodinâmicas 19. Anatomia e fisiologia do sistema cardiovascular . . . . . . . . . . . 300 Sumário XVII 20. Monitoração hemodinâmica invasiva versus não invasiva . . .. . 311 21. Monitoração hemodinâmica e adequação da perfusão tecidual . . . . 326 22. Síndrome da resposta inflamatória sistêmica, sepse, choque séptico e sepse grave em pediatria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 343 23. Análise crítica do uso contínuo ou intermitente de medicações no sistema cardiovascular . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 375 24. Insufiência cardíaca congestiva e choque cardiogênico . . . . . . 386 25. Disritmias cardíacas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 397 Seção IV – Disfunção Renal 26. Injúria renal aguda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 422 27. Métodos dialíticos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . 442 28. Transplante renal – cuidados perioperatórios . . . . . . . . . . . . 451 29. Crise hipertensiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 463 Seção V – Distúrbios Metabólicos e Hidroeletrolíticos 30. Acidose metabólica e alcalose metabólica . . . . . . . . . . . . 480 31. Distúrbios do sódio e do potássio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 507 32. Distúrbios do metabolismo do cálcio e do magnésio . . . . . . . . 524 33. Distúrbios endocrinológicos em pacientes pediátricos criticamente doentes . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 539 Seção VI – Distúrbios Neurológicos 34. Hipertensão intracraniana: diagnóstico e tratamento . . . . . 568 35. Coma: diagnóstico e tratamento . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . 599 36. Convulsões e estado de mal epiléptico . . . . . . . . . . . . . . . . . 612 37. Morte encefálica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 625 38. Analgesia e sedação do paciente gravemente doente e tratamento da dor na UTI pediátrica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 634 Seção VII – Terapia Nutricional 39. Avaliação do risco nutricional e do estado nutricional da criança e do adolescente gravemente doentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 660 40. Bases da terapia nutricional parenteral . . . . . . . . . . . . . . . . 671 41. Terapia nutricional enteral – sistematização e racionalização de uso . . . . . . 685 42. Hemorragia digestiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . 697 Seção VIII – Doenças Infecciosas 43. Uso adequado e racional de antibióticos em unidade de terapia intensiva . 708 44. Pneumonia hospitalar associada à ventilação pulmonar mecânica . . . . . . . 718 45. Infecção de corrente sanguínea relacionada ao cateter venoso central . . . . 728 Seção IX – Disfunção Hepática 46. Insuficiência hepática aguda em crianças . . . . . . . . . . . . . . . 740 47. Indicações e avaliação pré e pós-operatória do transplante hepático . . . . . 751 Seção X – Disfunção Hematológica e Oncologia 48. Distúrbios trombo-hemorrágicos no paciente gravemente doente . . . . . . . 764 49. Uso racional de hemocomponentes na criança gravemente doente . . . . . . 778 Seção XI – Acidentes 50. Grande queimado/inalação de fumaça . . . . . . . . . . . . 798 51. Trauma cranioencefálico grave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 823 Seção XII – Intoxicações Agudas 52. Intoxicações exógenas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 856 Índice remissivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 869
    • ISBN
      9786555760255
    • Profundidade (lombada)
      2 cm
    • Número de páginas
      914
    • Ano de publicação
      2020
    • Tipo de produto
      E-Books

    Quem viu, viu também

    terapia-intensiva-2-edicao

    Terapia Intensiva 2ª Edição

    R$ 347,00
    R$ 173,50
    -50%